PT EN

UBEST: Compreensão da capacidade de regulação biogeoquímica dos estuários face a alterações climáticas e das fontes antropogénicas

Área Temática
Desenvolvimento Sustentável e Coop. Internacional
Inovação
Localização
Áreas de Aplicação
Recursos Hídricos
Âmbito
R&D
Adm. Local/Regional
Observatórios UBEST: visão e serviços
Metodologia UBEST
Monitorização em tempo real na Ria Formosa
Campanhas de campo na Ria Formosa
Monitorização em tempo real no estuário do Tejo
Plataforma WebGIS
Gestão de dados
Visualização e recolha de dados
Previsão em tempo real

Entidade

Descrição

O projeto UBEST visa melhorar a compreensão global da capacidade de regulação biogeoquímica dos estuários e da sua vulnerabilidade face a cenários futuros de alterações climáticas e de pressões antropogénicas. Pretende apoiar a gestão efetiva, a curto e a longo prazo, destes sistemas. Este objetivo será alcançado através da implementação de "observatórios", que integram os resultados de modelos numéricos baseados em processos, e observações, sendo ferramentas emergentes de apoio à gestão.

Objectivos

  • Avaliação das características físicas e tróficas, com base em métricas de classificação globais
  • Quantificação da capacidade de regulação biogeoquímica de cada estuário
  • Desenvolvimento de um modelo acoplado hidrodinâmico-biogeoquímico
  • Implementação de uma rede de monitorização de parâmetros biogeoquímicos
  • Para mais informação: http://ubest.lnec.pt/index_pt.php

Resultados

  • Sistema de previsão em tempo real para o estuário do Tejo e Ria Formosa
  • Rede de monitorização para o estuário do Tejo e Ria Formosa
  • Plataforma WebSIG integradora de dados e resultados

Próximos Desafios

A avaliação das características físicas e tróficas dos dois estuários, com base em métricas de classificação globais, e a sua comparação com outros estuários mundiais