PT EN

Plano de gestão da região hidrográfica do Tejo – massas de águas subterrâneas

Área Temática
Água, energia e alimentação
Localização
Lisboa
Áreas de Aplicação
Serviços de água
Recursos Hídricos
Agricultura
Indústria
Âmbito
Adm. Central
Avaliação do estado químico das massas de água subterrânea
Avaliação das tendências de evolução dos níveis piezométricos para caracterização do estado quantitativo

Entidade

Descrição

Dando cumprimento ao especificado na Lei da Água e legislação derivada, caracterizar as massas de águas subterrâneas, o seu estado quantitativo e químico, detetar tendências significativas para o aumento da concentração de poluentes e propor medidas de preservação e recuperação das massas de águas subterrâneas.

Objectivos

  • Contribuição para a elaboração do plano de gestão da B.H. do rio Tejo relativamente às massas de águas subterrâneas (em cumprimento da Lei da Água).

Resultados

Caracterização das massas de águas subterrâneas (MASub), da sua recarga e seus estados quantitativo e químico, identificação de MASub com tendências significativas para o aumento da concentração de poluentes, identificação das situações de prorrogação dos objetivos ambientais, modelação numérica da MASub Monforte-Alter do Chão, preparação de informação para o preenchimento do WISE, proposta de programas de medidas para a preservação e recuperação do estado quantitativo e químico.

Próximos Desafios

Monitorização dos recursos hídricos subterrâneos. Implementação dos programas de medidas. Verificação do estado das massas de águas subterrâneas e das tendências de evolução. Monitorização da implementação dos programas de medidas. Obtenção do estado bom de todas as massas de águas subterrâneas.