PT EN

MOLINES - Modelação da inundação em estuários. Da avaliação da perigosidade à gestão crítica

Área Temática
Desenvolvimento Sustentável e Coop. Internacional
Água e cidades
Água, energia e alimentação
Inovação
Localização
Lisboa
Áreas de Aplicação
Serviços de água
Recursos Hídricos
Agricultura
Indústria
Âmbito
R&D
WebSIG MOLINES
Metodologia
Visão integrada dos alertas para o Município do Seixal
Previsão em tempo real das velocidades no estuário do tejo (modelo acoplado ondas-correntes)
Componentes principais da vulnerabilidade no estuário do Tejo
Níveis extremos ao longo da costa Ibérica Atlântica para um período de retorno de 100 anos
Mapa de índice de perigosidade à inundação na baía do Seixal para o período de retorno de 100 anos
Índice de risco para um cenário de inundação com período de retorno de 100 anos
Parâmetros locais de avaliação da vulnerabilidade no Núcleo Urbano Antigo do Seixal

Entidade

Descrição

As inundações em zonas estuarinas estão associadas a condições climatéricas particulares, como a coincidência de níveis de maré elevados com caudais fluviais intensos, ou com sobrelevações de origem meteorológica. Num contexto de alterações climáticas as previsões para a subida do nível medio do mar mostram que a suscetibilidade à inundação destas zonas tenderá a aumentar. O projeto aborda o risco de inundações em ambientes estuarinos considerando os diferentes perigos de uma forma integrada.

Objectivos

  • Criação de uma estratégia coordenada de gestão do risco
  • Avaliação do risco de inundação: áreas urbanas e de interface
  • Melhoria do conhecimento sobre a inundação em margens estuarinas para diferentes cenários climáticos
  • Mais info: lnec.pt/hidraulica-ambiente/pt/projectos/detalhe/molines-modelacao-da-inundacao-em-estuarios-da-avaliacao-da-perigosidade-a-gestao-critica/

Resultados

  • Avaliação multi-espacial da vulnerabilidade territorial e avaliação do risco de inundação para diferentes cenários climáticos
  • Previsão em tempo real dos níveis, velocidades e agitação marítima no estuário do Tejo
  • Sistema de alerta de inundações: boletim automático e alturas de água em pontos críticos
  • Plataforma WebSIG para acesso às previsões, alertas e análise de risco
  • Proposta de ações de adaptação à inundação para cenários de subida do nível do mar

Próximos Desafios

Alargar os produtos desenvolvidos à totalidade da costa e estuários Portugueses