PT EN

MEMBRANAS DE ULTRAFILTRAÇÃO

Área Temática
Localização
LISBOA
Áreas de Aplicação
Âmbito

Entidade

Descrição

A Águas do Tejo Atlântico está a trabalhar em soluções de reciclagem de águas residuais, que apresentem parâmetros de qualidade que permita considerar o efluente de saída como água compatível com usos nobres. Pretende-se encontrar soluções para um fornecimento contínuo através do transporte em condutas dedicadas para vários pontos geográficos. Esta água pode ser reutilizada para lavagens de ruas, rega de espaços verdes, lavagens de equipamentos, sistemas de climatização entre outros usos.

Objectivos

  • Realizar ensaios piloto com recurso a tecnologia de membranas de ultrafiltração com vista a melhorar a qualidade da água para reutilização.

Resultados

Os testes permitiram comprovar a remoção integral dos ovos de parasitas, a elevada eficiência na remoção dos coliformes termotolerantes, a melhoria da transmitância e a redução de parte da poluição refratária do efluente após ultrafiltração. Constatou-se também o impacto que o biopolímero (EPS) tem no fouling e concomitante redução da permeabilidade da membrana ao longo do tempo, com o consequente aumento da frequência das limpezas químicas (hipoclorito de sódio e/ou ácido cítrico).

Próximos Desafios

A utilização da operação de Ultrafiltração com Membranas é um processo decisivo para obter uma água de saída com qualidade para ser reutilizada em ambiente urbano.

Para futuros trabalhos, continuaremos a estudar como manter uma alta permeabilidade nas membranas ao longo do tempo.
Em 2027, pretendemos que cerca de 30% da água tratada nas nossas Fábricas seja encaminhada para reutilização, conforme compromisso assumido no âmbito da estratégia de inovação da Tejo Atlântico para os próximos dez anos.